FUNDAGRO
Fundação de Apoio ao Desenvolvimento
Rural Sustentável do Estado de Santa Catarina
www.fundagro.org.br



PREVISÃO CLIMÁTICA TRIMESTRAL

FEVEREIRO, MARÇO E ABRIL-2015

09/02/2015

Comportamento das condições oceânicas

A temperatura da superfície no Oceano Pacífico Equatorial segue ligeiramente acima da média climatológica. Com isso, e associado aos prognósticos dos modelos de previsão climática, a condição é de manutenção de um El Niño de fraca intensidade com duração até o início da estação do outono.

Sistemas atmosféricos   

Entre o mês de fevereiro e a primeira quinzena de março, a precipitação na área de atuação da COPREL ocorre, principalmente, devido ao processo de convecção (aquecimento diurno), gerando as chuvas convectivas, conhecidas popularmente como “chuvas de verão”, ou seja, pancadas de chuva rápidas e isoladas, muito mal distribuídas, acompanhadas de atividade elétrica e preferencialmente entre o final da tarde e a noite.

A partir da segunda quinzena de março, as chuvas ficam mais restritas à passagem de frentes frias e a sistemas de baixa pressão que se organizam na região do “Chaco Argentino”.

Precipitação

A previsão climática indica para o trimestre FMA/2015 chuvas dentro a acima da média climatológica.

A previsão de bloqueios atmosféricos de curta duração no mês de fevereiro sobre a Região Sudeste deve fazer com que os sistemas atmosféricos causadores de precipitação fiquem concentrados no sul do Brasil. Com isso, há condições de eventos chuvas intensas, na área de atuação da COPREL,  especialmente no 2º decêndio do mês (11 a 20/02).

A partir da segunda quinzena de março, as chuvas passam a ocorrer com menor frequência, porém, mais regulares no tempo e no espaço, associadas a passagens de frentes frias e com volumes próximos a média climatológica.

 

Tabela 1: Normais Climatológicas de precipitação para Área de atuação da COPREL, no trimestre fevereiro, março e abril.

Mês

Precipitação (mm)

Fev

150 a 160

Mar

130 a 140

Abr

120 a 130

 

 

Temperatura

            A previsão para o próximo trimestre é de temperaturas médias dentro da normalidade na área de atuação da COPREL. As temperaturas mínimas devem ficar um pouco acima da média climatológica, enquanto as temperaturas máximas devem ficar abaixo do padrão climatológico.

Salienta-se que na segunda quinzena de março já poderá ser observada a ocorrência de geadas fracas e isoladas, com tendência de aumentar de intensidade e tornar-se mais abrangentes em abril, devido ao ingresso mais frequente de massas de ar seco e frio mais intensas, no sul do Brasil.

 

Tabela 2: Normais Climatológicas de temperaturas médias para Área de atuação da COPREL, no trimestre fevereiro, março e abril.

Mês

Temperatura mínima (°C)

Temperatura máxima (°C)

Fev

17 a 20°C

28 a 31°C

Mar

16 a 19°C

26 a 29°C

Abr

13 a 16°C

23 a 26°C

 


Setor de Meteorologia - FUNDAGRO
FUNDAGRO

Hora da atualização: 09:25 hs 09/02/2015


Este documento foi produzido pelo setor de Meteorologia / FUNDAGRO.